Circuito Tailândia - Do Rio Kwai ao Triângulo de Ouro e Phuket
Preço
DESDE2 770 €
Preço
DESDE2 770 €
Guardar na minha lista

Adding item to wishlist requires an account

4926
imagem
PROTEGEMOS OS SEUS DIREITOS
imagem
APOIO 24/7 DURANTE A VIAGEM
imagem
PREÇOS ATRATIVOS
imagem
ATENDIMENTO DE EXCELÊNCIA
CIRCUITO TAILÂNDIA
13 Noites
INTRODUÇÃO

Circuito Tailândia – Do Rio Kwai ao Triângulo de Ouro e Phuket

Descubra a essência da Tailândia no circuito “Do Rio Kwai ao Triângulo de Ouro e Phuket” em 14 dias de pura aventura e relaxamento. Explore a história do Rio Kwai, maravilhe-se com o Triângulo Dourado e mergulhe nas águas cristalinas de Phuket. Combinando cultura, natureza exuberante e praias de areia branca, esta viagem promete uma experiência inesquecível.

Reserve agora para desvendar os tesouros ocultos deste paraíso asiático que passa por: Banguecoque, Kanchanaburi, Ayutthaya, Lopburi, Sukhothai, Sri Satchanalai, Lampang, Phayao, Chiang Rai, Chiang Mai, Phuket.

Data de Partida:

27 de Maio de 2024

Ainda não é esta a viagem ideal? Veja aqui todos os circuitos da iupy travel.

Siga-nos no nosso grupo privado de circuitos no Facebook.

ITINERÁRIO

Dia 1LISBOA OU PORTO » BANGUECOQUE

Saída com destino a Banguecoque. Noite a bordo.

Dia 2BANGUECOQUE

Chegada a Banguecoque e transfer para o hotel. Resto do dia livre. Alojamento.

Dia 3BANGUECOQUE

Pequeno-almoço. Saída para visitar o Palácio Real, a sede dos reis do Sião da dinastia Chakri e originalmente construído pelo rei Rama I, tendo servido como residência real até 1946. Hoje em dia, o palácio ainda é utilizado em algumas ocasiões para convidados especiais do reino. Junto ao grande palácio, encontra-se o Templo do Buda de Esmeralda (Wat Phra Keo), provavelmente o mais conhecido dos templos reais. É considerado o templo mais importante de toda a Tailândia e é a sede de muitas das cerimónias religiosas em que o Rei participa, sobretudo no início de cada uma das três temporadas em que muda pessoalmente as elaboradas vestimentas da imagem de Buda, talhada em apenas uma peça de jade verde. Também teremos a oportunidade de visitar o Templo de Wat Pho, conhecido por albergar um dos Budas reclinados maiores do mundo, e o Wat Traimit, que tem o Buda de Ouro, uma estátua de ouro maciço considerada a mais importante do mundo. Alojamento no hotel em Banguecoque.

Dia 4BANGUECOQUE - KANCHANABURI

Pequeno-almoço. Visita ao Mercado Flutuante de Damnoern Saduak, localizado a cerca de 120 quilômetros de Banguecoque, onde os agricultores vendem ou permutam os seus produtos entre barcas ou de barcas à margem. Também faremos uma paragem no Pagode de Nakorn Pathom para ver o Phra Pathom Chedi, que se comenta ser o monumento budista mais alto do mundo. Prosseguiremos até Kanchanaburi para visitar o Museu de Caminhos de Ferro de Tailândia – Myanmar. Depois visitaremos o cemitério de guerra, lugar de descanso final para os mais de 6.000 prisioneiros da Segunda Guerra Mundial e à famosa ponte sobre o rio Kwai. Almoço num restaurante local, seguido por um passeio de barco pelo rio Kwai, passando por uma paisagem montanhosa, selvagem e espectacular até chegar ao hotel. Jantar.

Dia 5KAN CHANABURI - AYUTTHAYA

Pequeno-almoço. Visita à aldeia de Mon, um grupo étnico que se pensa ter as suas origens a oeste da China e que actualmente vivem na zona oriental da Birmânia e no centro oeste de Tailândia. Visita ao Hellfire Pass, o mais profundo dos cortes realizados pelos prisioneiros da Segunda Guerra Mundial, para construir a complicada linha ferroviária Tailândia – Myanmar. Também é conhecido como a linha da morte, já que muitos dos soldados eram forçados a trabalhar até à ao desfalecimento. Depois do passeio de comboio (no caso de não chegar a tempo, faríamos o percurso por estrada), almoço num restaurante local. Depois continuaremos em veículo para norte, até Ayuttaya para realizar os trâmites necessários para o check-in. À noite, visita da zona histórica para ver os antigos templos iluminados. Regresso ao hotel. Alojamento no hotel de Ayutthaya.

Dia 6AYUTTHAYA - LOPBURI - SUKHOTHAI

Pequeno-almoço. Visita a Ayutthaya, a segunda capital do antigo reino de Sião construída na confluência dos rios Lopburi, Nam Pasak e Chao Phraya, em 1350. Veremos o Wat Yai Chai Mongkol, o Wat Phra Sri Sanpetch e o Wat Phra Nan Choeng. Depois continuaremos em direcção a Lopburi. Almoço num restaurante local. Visita a Phra Prang Sam Yot, este antigo santuário hindu é o símbolo mais conhecido de Lop Buri. A estrutura de laterita e arenisca foi construída ao estilo Lop Buri e decorado com gesso. As três torres colindantes significam a trindade hindu de Brahma o criador, Vishnu o preservador e Shiva o destruidor. Durante o reinado do rei Narai, o santuário converteu-se num templo budista. Faremos uma paragem para visitar o templo Wat Phra Sri Rattana Mahathat em Phitsanulok. Continuaremos em direcção a Sukhothai e depois faremos o check- in no hotel. Alojamento.

Dia 7SUKHOTHAI - SRI SATCHANALAI - LAMPANG

Pequeno-almoço. Partida em direcção ao Parque histórico de Sukhothai. Esta cidade fundada no século XIII foi o primeiro reino tailandês verdadeiramente independente que desfrutou de uma idade de ouro sob o reinado de Ramkhamhaeng, e ao qual se atribui a criação do alfabeto tailandês. Os magníficos templos e monumentos desta grande cidade foram restaurados no parque histórico. O tour inclui uma visita ao Museu Nacional de Ramkhamhaeng, Wat Sa Sri e Wat Sri Choom. Continuação para o Parque histórico de Sri Satchanalai, cidade satélite durante o Reino de Sukhothai. No centro da cidade encontramos o Wat Chang Lom, com uma grande estupa em forma de sino que lembra aqueles vistos no Sri Lanka. Em direcção a sul visitaremos o Wat Chedi Jet Thaeo e o templo Wat Nang Phaya. Almoço num restaurante local. Chegada a Lampang à tarde, passeio em carruagem puxada por cavalos do mercado local até Baan Sao Nak – uma casa de madeira de teca de 100 anos. Também faremos uma paragem para visitar o Wat Don Tao. Check-in no hotel. Alojamento no hotel de Lampang.

Dia 8 LAMPANG - PHAYAO - CHIANG RAI

Pequeno-almoço. De manhã cedo, visita ao Wat Phra That Lampang Luang, famoso pelos seus impressionantes murais do século XVI, com uma elegante arquitectura e interiores de cores vivas. O templo está localizado em uma colina murada e abriga uma grande coleção de utensílios de madeira antigos. Continuaremos em direção a Chiang Rai, a província mais ao norte, através das montanhas e com vistas espetaculares. De camino a Chiang Rai faremos uma paragem em Phayao para visitar o Wat Sri Khom Kham, o templo data do século XII. Chegada a Chiang Rai e almoço num restaurante local. Continuaremos em direcção ao Triângulo de Ouro, onde o Mekong se contra com o rio Ruak. Aquí é onde se unem as fronteiras dos três países, Laos, Myanmar e Tailândia. Paragem na Casa do Ópio, um pequeno museu onde se exibem diversos instrumentos utilizados no cultivo, na colheita e no comércio da papoila. Depois faremos o check-in no hotel de Chiang Rai.

Dia 9CHIANG RAI - CHIANG MAI

Pequeno-almoço. Partida de manhã cedo em direcção ao porto para dar um passeio em lancha rápida pelo rio Mae Kok, para visitar as aldeias das tribos que residem nas margens do rio. Almoço num restaurante local. Visita ao templo de Wat Rong Khun ou ao Templo Branco. À tarde seguiremos o percurso até chegar a Chiang Mai para realizar o check-in no hotel. Alojamento em Chiang Mai.

Dia 10CHIANG MAI

Pequeno-almoço. Partida para um acampamento de treino de elefantes, o que lhe dará uma ideia sobre como estes enormes animais são treinados nas selvas da Tailândia. Poderemos assistir ao espectáculo de elefantes a banharem-se no rio com os seus cuidadores (Mahout) e também desfrutarão vendo como os elefantes são capazes de pintar. Também poderá fazer um pequeno passeio de elefante de 45 minutos através da selva. Também teremos a oportunidade de fazer rafting em jangadas de bambu pelo rio Mae Tang durante outros 45 minutos e poderemos voltar ao acampamento puxados por um carro de bois. Visita a uma quinta de orquídeas e almoço. Continuaremos o percurso com uma visita à aldeia da tribo Meo. Teremos a oportunidade de observar num atractivo ponto de ladeira os membros da tribo nos seus coloridos trajes tradicionais. Continuação e visita do Templo Wat Doi Suthep, o mais sagrado do país, a 1100 metros acima do nível do mar. Se o tempo o permite teremos uma fantástica vista da cidade. Alojamento no hotel.

Dia 11Chiang Mai - Phuket

Pequeno-almoço. Tempo livre até ao transfer para o aeroporto e voo de regresso a cidade de origem. Chegada. Fim da viagem e dos nossos serviços. Voo de Chiang Mai a Phuket. Chegada e transfer do aeroporto até ao hotel selecionado em Phuket. Resto de dia livre. Alojamento.

Dia 12Phuket

Dia livre. Alojamento.

Dia 13Phuket

Dia livre. Alojamento.

Dia 14 Phuket - Cidade de origem

À hora combinada, transfer até ao aeroporto. Voo com destino ao cidade de origem. Chegada. Fim da viagem e dos nossos serviços.

SERVIÇOS

Serviços Incluídos

Voo de ida e volta.
Alojamento nos hotéis previstos ou de categoria similar.
Transfers de acordo com o programa.
Visitas em tour regular mencionadas no programa e que não aparecem como opcionais.
Guias locais de língua espanhola.
Regime de comidas 9 pequenos-almoços, 7 almoços, 1 jantar.
Voo de Chiang Mai a Phuket.
Transfer do aeroporto até ao hotel em Phuket.
Estadia no hotel seleccionado em Phuket.
Regime seleccionado em Phuket.
Transfer do hotel em Phuket até ao aeroporto.
Seguro de viagem.

Serviços Não Incluídos

Qualquer outro serviço não contemplado como incluído

Outras Informações

INFORMAÇÃO
Os quartos triplos em Tailândia são geralmente quartos com duas camas individuais ou uma de casal, nos quais se instala uma cama extra para a terceira pessoa, com os inconvenientes que isso implica, por essa razão, desaconselhamos o seu uso na medida do possível.
– A franquia de bagagem em voos domésticos da maioria das companhias aéreas é de 15 kg por pessoa e, portanto, menor que a dos voos internacionais. Esta circunstância deve ser levada em conta ao preparar a sua bagagem.
– Consulte o seu centro de vacinação internacional para saber quais as medidas de saúde preventivas recomendadas em Tailândia.
– A lei em Tailândia apenas permite a entrada no país de um maço de tabaco por pessoa.
– Dependendo do voo de regresso, a duração da viagem poderá ter mais um dia.
– Para reconfirmar serviços no destino, devem ser enviados os dados do passaporte no prazo de 24 horas após a realização da reserva.
– Muitos hotéis em Tailândia oferecem extras especiais para turistas em lua-de-mel. Se este for o seu caso e decidiu colocar a viagem mais importante da sua vida nas nossas mãos, então está com sorte. Informe-nos no momento da reserva e não se esqueça de levar a documentação que comprove o seu recente casamento (certidão ou convite original) com a documentação da sua viagem, já que os hotéis que oferecem tais vantagens irão solicitar a mesma no destino.
– Consulte a documentação necessária para entrar no país.
– O passeio de comboio em Kanchanaburi está sujeito ao horário de chegada na estação. O tempo de espera é de cerca de 45 minutos. Em caso de não chegar a tempo, faremos a mesma viagem por estrada.
– A ordem do itinerário pode alterar-se por motivos de organização, sem aviso prévio, mas mantendo sempre as visitas incluídas (excepto no caso de condições climáticas adversas impedirem a sua realização).
– O cartão de crédito é considerado uma garantia, pelo que, por vezes, o seu uso é imprescindível para se registar nos hotéis.
– Os preços são calculados com base no valor das entradas que se encontram em vigor na altura da publicação do programa. Caso ocorra um aumento do preço, o mesmo será oportunamente informado.
– Caso seja uma pessoa com mobilidade reduzida, entre em contacto connosco para confirmar a idoneidade da viagem.

IT1001

FOTOS

Norte de Portugal – Património histórico

O Norte, berço de Portugal e detentor de um incalculável património histórico. De fato, a região norte é albergue de inúmeros segredos medievais e de azulejos que contam histórias. Desde as grossas muralhas do castelo de Bragança e seguindo o fluxo do rio Douro, inúmeros são os monumentos, cidadelas e ruínas a visitar. Em Miranda...
Ler a publicação